BIOGRAFIA

"Sua voz passeia com sobriedade, sem deslizes" (Folha de S. Paulo)
 
"Cantor é bem-sucedido soando como si mesmo e dando uma agradável naturalidade às interpretações" (Correio Braziliense, Brasília/DF)
"Uma emissão vocal potente, límpida e dotada de um certo ar canastrão, meio intrínseco aos cantores de jazz, fazem de Ian um talento promissor" (O Tempo, Belo Horizonte/MG)
 
"(Ian) canta em estúdio com o frescor e a leveza de quem está no palco e passa longe de qualquer tipo de pedantismo, característica comum de outros aventureiros do jazz. Com personalidade e um timbre único, ele conseguiu fazer um disco bonito." (O Povo online, Fortaleza/CE)
 

Apaixonado desde muito criança pela música dos anos 50, 60 e 70, que descobriu através dos vinis dos seus tios e avós, Ian Calamaro montou sua primeira banda, de Blues, juntamente com seus colegas de faculdade, no início dos anos 90.

Desde então já participou de vários projetos, sempre tendo como base a sonoridade das raízes da música americana, como o Blues, o Jazz, o Country e o Folk.  

No CD "Standards", Ian apresenta, com estilo próprio e arranjos inéditos, um repertório clássico do "Great American Songbook", que se tornou famoso nas vozes de Frank Sinatra, Ray Charles e Ella Fitzgerald, numa coleção de canções que estão na memória de uma época, e cuja universalidade se confirma de geração em geração.

O diretor musical e arranjador é o saxofonista HECTOR COSTITA, figura internacionalmente conhecida no meio do jazz e que possui em sua lista de colaborações nomes como Tom Jobim, Elis Regina, Hermeto Pascoal, Chico Buarque, João Gilberto, Zimbo Trio, Sergio Mendes, Freddy Cole, Bobby Short e Tony Bennett, além de ter participado da criação da Bossa Nova, no início dos anos 50.

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • Spotify
  • Deezer
  • kisscc0-apple-logo-sticker-computer-icon